Busca

Quiescens

"Estando em terra, chego ao céu voando, numa hora acho mil anos, e é de jeito que em mil anos não posso achar uma hora." – Camões

Sobre a esperança.

Lendo o conto O drama da geada do Monteiro Lobato, me recordei do Velho e o mar… Uma pessoa que se esforça muito, exaurindo toda sua força para atingir um objetivo e ao fim ver tudo escorrer pelos dedos, incapaz de segurar, de controlar a situação. 

Assistir a essa cena é extremamente agoniante e frustrante. Nos primeiros instantes pós tragédia,  é difícil manter a razão e reerguer-se após grande queda. A dor excruciante faz qualquer um perder os sentidos, desistir da luta, desistir da razão, desistir da vida. Desistir.

Depois que todos os ossos se quebram parece ser impossível que eles se restabeleçam.

No Drama da geada, o major Quincas enlouqueceu após a geada destruir todo o cafezal que se empenhou para plantar. Os credores viriam e ele perderia tudo.

Já o velho Santiago (O velho e o mar), depois de todas as agruras que enfrentou para pescar o grande peixe, tentou, inutilmente, impedir que sua pesca fosse comida por outros peixes. A certo ponto, pensei, enquanto lia, que aquele homem que não tinha nada, absolutamente nada, deveria desistir. Nunca mais voltar a pescar. Porque não estava aguentando mais ler aquela grande injustiça, todo seu esforço foi comido por outros animais. E, no entanto, ele voltou a praia, descansou seu corpo, alimentou-se e logo estava pronto para a próxima pesca. E eu vi o quão fraca sou, sem resistência. O ser humano deve ser resiliente, transcender os obstáculos, suportar as adversidades, contorcer-se para adaptar sua forma sem nunca perder sua essência. Difícil né? Eu me senti tão envergonhada depois de ver a forma como eu estava pensando, que seria mais fácil que aquele homem, um personagem fictício, mas que representa cada um de nós, deveria desistir de tudo, quem sabe até da própria vida.

Ainda assim, pude sentir-me remida ao fim da história do velho Santiago, não estava mais frustrada, ao invés disso, senti o frescor da pura esperança.

Desbotando lentamente…

Penso que enquanto estava lendo esse livro adotei uma camuflagem incolor, ou porque essa semana tenha sido assim: cinza, chuvosa e nublada como a capa do livro e as palavras de Tazaki; ou porque já estava propensa a isso e essa leitura tenha sido nada mais que uma infusão de sentimentos incolores como os descritos pelo personagem. 

Continuar lendo “Desbotando lentamente…”

12 livros para 2021

  1. 12 regras para a vida (Jordan Peterson)
  2. Odisseia (Homero)
  3. O livro dos 5 anéis (Miyamoto Musashi)
  4. Memórias de Cleópatra (Margaret George)
  5. Meditações (Marco Aurélio)
  6. O livro do chá (Kakuzo Okakura)
  7. A Aveleira e a Madressilva (Lia Neiva)
  8. O príncipe (Maquiavel)
  9. Leonardo Da Vinci (Walter Isaacson)
  10. Romeu e Julieta (William Shakespeare)
  11. Contos (Voltaire)
  12. Poemas Escolhidos (Gregório de Matos)

Χαρούμενα γενέθλια

Eu juro que não sei como, mas depois de 4 anos que criei esse blog, todos os anos eu acabo entrando aqui exatamente no dia em que ele faz “aniversário”. Juro. Não é proposital. Esse trequinho de blog não tem nem 10 posts. Eu mal entro nisso e caio nesse bendito aniversário.

Não tem nada de mais. Nem pra mim. Nem pra você. Mas é que é a quarta vez que isso acontece e como não tenho nada melhor para escrever escrevi esse textinho inútil.

E só pra você saber que raio de título é esse, é feliz aniversário em grego. Se eu escrevesse em português você não iria se interessar. Feliz aniversário quiescens!

Porque eu amo listas, todos os livros que já li:

Não encontrei no Google a palavra que define uma pessoa que gosta de listas. Provavelmente alguma palavra com o sufixo filia. Listofilia?

O fato é que eu as amo. Faço listas para várias coisas, filmes, livros, animes etc. Sinto que não quero esquecer de nada e as listas me ajudam nessa tarefa.

Não sou uma pessoa que lê tão prolificamente. Até agora, o ano mais produtivo em leituras me rendeu 34 novos títulos para a minha lista.

Tenho um caderno em que escrevo todos os livros que li e por não ter nada para fazer (mentira) decidi transformar em um post.

(escrever essa lista foi como rebobinar uma fita, lembrei de cada livro que está aqui. Lembrei das pessoas que me emprestaram, onde comprei. O lugar que li eles. Lembrei de ir à biblioteca e preencher uma ficha com o meu nome e foto três por quatro na pequena biblioteca da cidade onde moro durante o colegial. Lembrei de ler ao mesmo tempo em que trocava de roupa, colocando uma peça e lendo um parágrafo porque não conseguia parar. Lembrei de estar no ônibus e ler sobre um país destruído pela guerra com medo de perder o ponto em que ia descer e depois ter que passar por uma ponte com vários moradores de rua. Lembrei de vasculhar armários atrás de livros, eu não os comprava antigamente, pegava emprestado ou recebia dos meus primos e tias. Lembrei de guardar os meu livros no meu guarda-roupa e em caixas embaixo da cama. Lembrei de querer o Manual de receitas da Magali quando era pequena e acho que foi o primeiro livro que meus pais me compraram. Lembrei de encontrar um livro sobre esquimós no armário da minha avó com as paginas amareladas e um coração desenhado a caneta na última página com os nomes dos meus pais nele, foi ele que escreveu, é a letra do meu pai. Lembrei de emprestar um livro para uma colega e ela me devolver amassado. O amassado era ínfimo assim como a minha maturidade na época. Não disse uma palavra a ela, mas não emprestei mais livro algum desde então. Lembrei de ler crepúsculo no carro enquanto íamos para a chácara no interior, lugar onde moro atualmente, e não conseguir parar, mesmo com o dia escurecendo. Quando paramos para ir ao supermercado, permaneci no carro, acendi a luz de dentro e continuei lendo secretamente, escondida da minha avó. Na época ela costumava falar que era uma leitura ruim pois os vampiros são criaturas do demoníacas. Bom, a filha dela me emprestou o livro, assim como o resto da coleção que até minha mãe leu comigo. Assistimos aos filmes no cinema juntas e guardo essa memórias comigo com muito carinho. Tudo isso me faz pensar em como os livros estão ligados a minha vida e como as listas podem dizer muito sobre uma pessoa, se não o que ela é, pelo menos as influências que teve)

Pretendo atualizar a lista sempre que possível, até agora esse é o resultado em ordem cronológica:

  1. O gênio e as rosas e outros contos (Maurício de Souza)
  2. Manual de receitas da Magali
  3. Vupt, a fadinha (Lúcia Tulchinski)
  4. Vila das rolinhas (Jesse Navarro e Márcia Melo)
  5. A cor da fome (Jonas Ribeiro)
  6. A arca de Noé (Vinícius de Morais)
  7. Pluft, o fantasminha (Maria Clara Machado)
  8. Dois idiotas sentados cada qual no seu barril (Ruth Rocha)
  9. O jogo de não jogar (Julieta de Godoy Ladeira)
  10. O muro (Júlio Emilio Braz)
  11. Com a ponta dos dedos e os olhos do coração (Leila Rentroia)
  12. Treasure Island (adaptado)
  13. Férias no orfanato (Odette de Barros Mott)
  14. Tá ligado? (Regina e Célia Rennó)
  15. Quem manda em mim sou eu
  16. El mistério de la llave (Elena Moreno)
  17. Minhas memórias de Lobato
  18. Pipocas (Moacyr Scliar, Rubem Fonseca, Ana Miranda)
  19. A bailarina e outros poemas
  20. Era uma vez um conto (Moacyr Scliar, José P. Paes etc)
  21. O maior segredo dumdum (Luiz Antônio Aguiar)
  22. O poeta e o cavaleiro (Pedro Bandeira)
  23. A ilha perdida (Maria José Dupré)
  24. Carrego no peito (Fernando Vaz)
  25. Em busca de mim (Isabel Vieira)
  26. Odisseia (adaptado)
  27. As minas do rei Salomão (adp.)
  28. Moby Dick (adp.)
  29. Amanhã você vai entender (Rebecca Stead)
  30. O santinho (Luiz Fernando Veríssimo)
  31. A marca de uma lágrima (Pedro Bandeira)
  32. A droga da obediência (Pedro Bandeira)
  33. Pântano de Sangue (Pedro Bandeira)
  34. Anjo da morte (Pedro Bandeira)
  35. A droga do amor (Pedro Bandeira)
  36. Mensagem (Fernando Pessoa)
  37. Espumas Flutuantes (Castro Alves)
  38. Brás, Bexiga e Barra Funda e outros contos (Antônio de Alcântara)
  39. O monge e o executivo (James C. Hunter)
  40. Crepúsculo (Stephanie Meyer)
  41. Lua Nova (Stephanie Meyer)
  42. Eclipse (Stephanie Meyer)
  43. Amanhecer (Stephanie Meyer)
  44. Meu monstro de estimação (Dick King-Smith)
  45. Percy Jackson e o ladrão de raios (Rick Riordan)
  46. Percy Jackson o mar de monstros (Rick Riordan)
  47. Amor de perdição (Camilo C. Branco)
  48. O mestre dos Mestres (Augusto Cury)
  49. O mestre da sensibilidade (Augusto Cury)
  50. Memórias de um sargento de milícias (Manuel A. de Almeida)
  51. Iracema (José de Alencar)
  52. O guarani (José de Alencar)
  53. Morte e vida severina e outros poemas (João C. de Melo Neto)
  54. Auto da barca do inferno (Gil Vicente)
  55. A garota da capa vermelha (Catherine Hardwick)
  56. Um amor para recordar (Nickolas Sparks)
  57. O homem que calculava (Malba Tahan)
  58. Perdida (Carina Rissi)
  59. Diva (José de Alencar)
  60. Contos (Machado de Assis)
  61. Conte-me seus sonhos (Sidney Sheldon)
  62. Diário de um banana (Jeff Kinney)
  63. Diário de um banana: Rodrick é o cara (Jeff Kinney)
  64. O Alienista (Machado de Assis)
  65. O mistério da casa verde (Moacyr Scliar)
  66. Quincas Borba ( Machado de Assis)
  67. Bíblia em ação (Sérgio Cariello)
  68. Balançando sonhos (Salvador Barletta Nery)
  69. A culpa é das estrelas
  70. O pequeno príncipe
  71. The little prince
  72. O canto que meu coração canta… (Ayrton Coelho)
  73. The boys from Brazil
  74. O ateneu (Raul Pompéia)
  75. A hora do amor (Álvaro Cardoso Gomes)
  76. A cidade apontada para o céu (Luiz Antônio Aguiar)
  77. Heróis de todas as épocas (Virgil E. Robinson)
  78. Til (José de Alencar)
  79. O homem de terno marrom (Agatha Christie)
  80. King Solomon’s Mines (adap.)
  81. Triste fim de Policarpo Quaresma (Lima Barreto)
  82. O jardim secreto (adap)
  83. As cartas de ronroroso ( Hidwyn Oram)
  84. O cortiço (Aluísio de Azevedo)
  85. Capitães da Areia (Jorge Amado)
  86. O caçador de pipas (Khaled Hosseini)
  87. Sentimento do mundo (Carlos D. de Andrade)
  88. A cidade e as serras (Eça de Queiroz)
  89. Memórias Póstumas de Brás Cubas (Machado de Assis)
  90. Os livros da fuvest/unicamp I
  91. Vidas Secas (Graciliano Ramos)
  92. Interpretação de textos (Antônio Ricardo Russo)
  93. Viagens na minha terra (Almeida Garrett)
  94. Nas terras do rei café (Francisco Marins)
  95. A volta ao mundo em 80 dias (adap)
  96. O fantástico mistério de feiurinha (Pedro Bandeira)
  97. Para gostar de ler vol.4 – crônicas
  98. Bridget Jone’s diary (Helen Fielding)
  99. O sobrinho do mago (C.S.Lewis)
  100. Édipo Rei (Sófocles)
  101. A hora da estrela (Clarice Lispector)
  102. A scandal in Bohemia (Arthur Conan Doyle)
  103. Alice no país das maravilhas (Lewis Carroll)
  104. O mestre da vida (Augusto Cury)
  105. O leão, a feiticeira e o guarda-roupa (C.S.Lewis)
  106. O cavalo e seu menino (C.S.Lewis)
  107. Os criminosos vieram para o chá (Stella Carr)
  108. Terra Sonambula (Mia Couto)
  109. Lisbela e o prisioneiro (Osman Lins)
  110. A hora e vez de Augusto Matraga (Guimarães Rosa)
  111. Princesa Adormecida (Paula Pimenta)
  112. Vale das Vertentes (Giselda Laporta Nicolelis)
  113. Os livros da fuvest/unicamp II
  114. Os livros da unicamp
  115. Macunaíma (Mário de Andrade)
  116. As cem melhores crônicas brasileiras
  117. A rosa do povo (Carlos D. de Andrade)
  118. The fruitcake special and other stories (Frank Brennan)
  119. O mistério do cinco estrelas (Marcos Rey)
  120. A viuvinha (José de Alencar)
  121. Uma professora muito maluquinha (Ziraldo)
  122. Morte na mesopotâmia (Agatha Christie)
  123. A aventura no Império do Sol (Silvia Cintra Franco)
  124. Príncipe Caspian (C.S.Lewis)
  125. Lady Windermere’s Fan (Oscar Wilde)
  126. Coração de onça (Ofélia e Narbal Fontes)
  127. Os melhores contos (Malba Tahan)
  128. Crônicas escolhidas (Lima Barreto)
  129. A viagem do peregrino da Alvorada (C.S.Lewis)
  130. The secret beach (Jane Rollason)
  131. Two lives (Helen Naylor)
  132. A expressão das emoções no homem e nos animais (Charles Darwin)
  133. Coração, Cabeça e estômago (Camilo C. Branco)
  134. Caminhos Cruzados (Érico Veríssimo)
  135. Mayombe (Pepetela)
  136. Sagarana (João Guimarães Rosa)
  137. O mundo grego (Vitor Biasoli)
  138. O curioso caso de Benjamin Button (F. Scott Fitzgerald)
  139. Nacionalidade e cidadania (André C. e Sebastião M.)
  140. O duque e eu (Julia Quinn)
  141. Moments of M@dness (vários autores)
  142. Os índios do Brasil (André C. e Eliana Ahouagi)
  143. Libertinagem (Manuel Bandeira)
  144. O amor nos tempos do ouro (Marina Carvalho)
  145. Os elefantes não esquecem (Agatha Christie)
  146. A divina comédia (adap)
  147. As observações (Jane Harris)
  148. A matter of chance (David A. Hill)
  149. Memória da terra assassinada (Helena Silveira)
  150. Admirável mundo novo (Aldous Huxley)
  151. The lady in white (Colin Campbell)
  152. Trumpet Voluntary (Jeremy Harmer)
  153. Eats, shots and leaves (Lynne Truss)
  154. O que é literatura? (Marisa Lajolo)
  155. O Bem-amado (Dias Gomes)
  156. King Solomon’s Mines (H. Rider Haggard)
  157. Minha vida de menina (Helena Morley)
  158. The time machine (H.G.Wells)
  159. Aprender a aprender (João Paixão Netto)
  160. Pai rico, pai pobre (Robert T. Kiyosaki)
  161. Howl’s moving castle (Diana Wynne Jones)
  162. A história de Fernão Capelo Gaivota (Richard Bach)
  163. Sonetos (Luís de Camões)
  164. Lot n°249 (Arthur Conan Doyle)
  165. O mandarim (Eça de Queiroz)
  166. A metamorfose (Franz Kafka)
  167. O visconde que me amava (Julia Quinn)
  168. A mansão Hollow (Agatha Christie)
  169. Estrela da manhã (Manuel Bandeira)
  170. Se houver amanhã (Sidney Sheldon)
  171. O retrato de Dorian Gray (Oscar Wilde)
  172. Jurassic Park (Michael Crichton)
  173. Silêncio (Shusaku Endo)
  174. Juicing for health (Caroline Wheather)
  175. Quarto de despejo, diário de uma favelada (Carolina M. J.)
  176. The best treasury of stories for children (various authors)
  177. The death of Ivan Ilyich (Leo Tostoy)
  178. A relíquia (Eça de Queiroz)
  179. Eve e Adam (M. Grant, K. Applegate)
  180. História do cerco de Lisboa (José Saramago)
  181. A revolução dos bichos (George Orwell)
  182. O salto para a vida (Célia Valente)
  183. Sermões de quarta-feira de cinza (Antônio Vieira)
  184. Maus (Art Spiegelman)
  185. The wedding eve e outras histórias (Hozumi)
  186. Querida Konbini (Sayata Murata)
  187. 12 semanas para mudar uma vida (Augusto Cury)
  188. O circo da noite (Erin Morgenstern)
  189. O perfeito cavalheiro (Julia Quinn)
  190. O jejum como oportunidade de recuperar a saúde (Rudiger Dahlke)
  191. No país das sombras longas (Hans Ruesh)
  192. A arte da guerra (Sun Tzu)
  193. Frankenstein (Mary Shelley)
  194. O sol é para todos (Harper Lee)
  195. O velho e o mar (Ernest Hemingway)
  196. A escrava Isaura (Bernardo Guimarães)
  197. Nunca desista de seus sonhos (Augusto Cury)
  198. Blade Runner (Philip K. Dick)
  199. Minha vida é um blog aberto (Elika Takimoto)
  200. Likeable social media (Dave Kerpen)
  201. Hackeando tudo (Raian Santos)
  202. Samurai (Shuzaku Endo)
  203. Persépolis (Marjane Satrapi)
  204. Persuasão (Jane Austen)
  205. O chalé de Moorland (Elizabeth Gaskell)
  206. O céu está em todo lugar (Jandy Nelson)
  207. Assassinatos na Rua Morgue e outras histórias (Edgar Allan Poe)
  208. Querida Sue (Jessica Brockmole)
  209. Lizzie Leight (Elizabeth Gaskell)
  210. Os segredos de Colin Bridgerton (Julia Quinn)
  211. Diary of a Wimpy kid (Jeff Kinney)
  212. Teto para dois (Beth O’Leary)
  213. A terapia do abraço 2 (Kathleen Keating)
  214. Quem mexeu no meu queijo (Spencer Johnson)
  215. Agnes Grey (Anne Bronte)
  216. Estratégias de marketing digital e e-commerce (Sandra R. Turchi)
  217. O preço da desonra Kubidai Hikiukenin (Hiroshi Hirata)
  218. O coração das trevas (Joseph Conrad)
  219. Trono de vidro (Sarah J. Mass)
  220. A seleção (Kiera Cass)
  221. Toradora 1 (Yuyuko Takemiya)
  222. The catcher in the rye (J.D.Salinger)
  223. Jane Eyre (Charlotte Bronte)
  224. O conto da aia (Margaret Atwood)
  225. A dieta da mente (Dr. David Perlmutter)
  226. Não me faça pensar (Steve Krug)
  227. Jogos vorazes (Suzanne Collins)
  228. Em chamas (Suzanne Collins)
  229. Assumindo o controle do seu tempo (vários autores)
  230. Procura-se um marido (Carina Rissi)
  231. All I want (Margaret Johnson)
  232. Para Sir Phillip, com amor (Julia Quinn)
  233. Negrinha (Monteiro Lobato)
  234. O incolor Tsukuru Tazaki e seus anos de peregrinação (Haruki Murakami)

Então eu li O sol é para todos (Harper Lee)

Então eu li O sol é para todos. Vivi no Condado de Maycomb, brinquei com Dill e Jem na casa na árvore. A consciência de Scout ecoava em minha cabeça. Aprendi com Atticus e Calpúrnia. Provei os deliciosos bolos da srta. Maudie, tive medo de passar em frente à residência dos Radley.

 

Continuar lendo “Então eu li O sol é para todos (Harper Lee)”

O Circo da Noite, Erin Morgenstern

Há alguns dias fui ao circo pela primeira vez. Apesar de as atrações não me prenderem tanto a atenção, o fato de estar ali no circo atingiu todos os meus sentidos. A iluminação em meio a tenda escura e a própria escuridão da noite me envolveram ao momento em que estava ali. A fumaça saindo do palco e se espalhando pela platéia como neblina evocava uma espécie de sonho. E finalmente, a atmosfera caramelizada que rodeia e preenche toda a tenda foi o detalhe que incrustou não só em minhas roupas como também em minha memória. Continuar lendo “O Circo da Noite, Erin Morgenstern”

5 canais no Youtube para diminuir a ANSIEDADE

Eu sei que não sou a única, mas as pessoas não costumam falar sobre isso (pelo menos não fora das redes sociais), sobre as dificuldades de se viver com ansiedade. E quando falo de ansiedade não me refiro à intranquilidade causada pela expectativa de acontecimentos futuros. Falo da aflição e agonia que recai sobre os pensamentos e impedem a concentração em qualquer tarefa, até mesmo aquela que mais gostamos de realizar. E como consequência atingem o corpo com tensões, tremores e tantos outros sintomas.
Esses canais que recomendo me fizeram desacelerar a mente e diminuir a ansiedade. Espero que possa acalmar sua mente ansiosa também.

Continuar lendo “5 canais no Youtube para diminuir a ANSIEDADE”

20 livros que eu quero ler em 2019

Em 2018 comprei uma tonelada de livros. Dessa vez eu prometi para mim mesma que não vou comprar nenhum e vou ler todos os que comprei e tudo o que tiver em casa. Por isso eu separei 20 livros para ler este ano. Se eu fizer uma lista com 50 livros posso acabar o ano sem ler nenhum, mas 20 é um número razoável.

Continuar lendo “20 livros que eu quero ler em 2019”

Blog no WordPress.com.

Acima ↑